A neve acabou, mas as lembranças ficam…

… dos bons dias de snowboard com bons amigos…

Sem mais palavras para essa época muito boa que foi o inverno nos Alpes Franceses, com amigos brasileiros, fraceses e muitos mais! Com -22 °C, estavamos sorrindo, alucinados para o teleférico subir de novo e termos um pouquinho mais de emoção na descida seguinte. Alguns acidentes, cortes, tombos, mas a alegria é o que conta mais!!! Agradeço à todos que participaram desses maravilhosos momentos. Essas fotos que posto exemplificam um pouco de tudo de bom que passei nessa temporada 🙂

Ainda achei uns videos filmados pelo baiano Vinicius, que trabalha no mesmo laboratorio que eu e participou da maioria dessas jornadas na montanha também:

Chamrousse Snowpark

Carioca em Les 2 Alpes

Até 🙂

Anúncios

Escola de verão de linguagem funcional para aplicações paralelas e concorrentes

Dos dias 11 à 22 de junho, estou participando de uma escola de verão sobre  linguagem funcional para aplicações paralelas e concorrentes, no CEA/Caradache, sul da França. Um lugar para aprender um paradigma completamente diferente de programar, principalmente para quem é acostumado com linguagens imperativas.

Basicamente a linguagem usada para aprendizado aqui é Haskell. Mostro um exemplo abaixo de um dos exercicios dados no curso:
addAll :: [Int] -> [Int]
addAll [] = []
addAll = map (\x -> x - 1)

addAll [1,2,3,3]

Essa função decrementa 1 de todos o elementos de uma lista. Nesta função, entram conceitos interessantes, como mapping, lambda calculus, pattern matching, etc… Para quem nunca viu linguagem funcional na vida, é uma coisa bem estranha largar todos os paradigmas aprendidos e ter que pensar de uma forma totalmente diferente, ainda mais quando se tem que usar recursividade quase à todo momento, sendo ela um das partes mais importantes de qualquer linguagem funcional.

Bom, estou somente no quarto dia de curso e a coisa esquentou bastante. Estou meio atrasado nas listas de exercicios, e acho que até o final do curso não as termino, mas espero me dedicar mais ao longo do tempo e usar Haskell pra mais coisas futuramente. Vou aproveitar o material distribuido pelos instrutores para aprender mais depois. O link com o material usado aqui se encontra logo abaixo, assim como outras referencias de Haskell que foram passadas aqui:

Espero postar talvez algumas fotos do Chateau que estamos hospedados, pois ao redor a paisagem é bem bonita 🙂 Futuramente também pretendo postar mais alguns codigos pra ajudar iniciantes em linguagem funcional e se acharem e seguir em frente.

PS: Desculpem pela falta de acento em certas palavras. Estou usando um teclado francês, então é um pouco dificil :p

UPDATE 20/06/12

Slideshow de fotos da escola de verão:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Até + !!!

Work @ Globo.com

É pessoal, tudo que é bom chego a um fim. Depois de algum tempo sem escrever aqui, volto para contar uma experiência curta, mas ótima em minha vida, tanto profissional quanto pessoal. Pra começar, lembro de todo o processo de seleção da Globo.com, entrevistas, etc…

Nunca tinha passado por um processo tão longo, mas que no final, valeu a pena. Depois de ter passado alguns anos programando em pequenos grupos e somente coisas de baixo nível, deparei-me com um lugar totalmente descontraido, aberto à novidades, com pessoas das mais diferentes “tribos” e habilidades. Mesmo me sentindo deslocado no começo (na verdade, ainda me sinto um pouco, pois ainda estava me acostumando com o ambiente). Não deslocado porque as pessoas me excluiam, mas porque eu não estava acostumado com a tecnologia usada e o tipo de produto que estava sendo feito. Todo esse ambiente de Python, Django, testes, Ruby, deploy, etc, tudo muito novo pra um cara que estava acostumando a brincar com bitwises, ponteiros, linkedição, drivers e afins. Tudo parecia uma grande bolha gigante, com várias pessoas fazendo-a crescer continuamente, de forma rápida e dinâmica, e na verdade, isso que me fez meus olhos brilharem. Desenvoler pra web sempre me pareceu uma coisa meio mística, ainda mais quando se usava um framework. O mais perto que eu tinha chegado foram alguns micro-softwares que escrevi em PHP para uso próprio, nada complexo, porém funcional. Além de ter aprendido sobre novas tecnologias, ter conhecido pessoas muito legais e com boa vontade, o pouco tempo que passei na Globo.com, aprendi a ver o mundo do desenvolvimento de uma forma diferente. Hoje consigo ver uma integraçao maior entre as coisas, entender como o planejamento e conversa entre partes é muito importante para que o produto que está em foco tenha sucesso.

Agora estou partindo para outra experiência, não profissional, mas pessoal, fora do país, e com muita tristeza, deixo este lugar extremamente legal. Se alguém tiver a oportunidade de trabalhar aqui, não pense muito em aceitar, pois com quase total certeza, não vai se frustrar.

Bom, até o próximo post, abraços!

Curso de Lua – CONSEGI 2011

Dos dias 11 a 13 de maio de 2011, foi realizado o CONSEGI – Congresso Internacional Software Livre e Governo Eletrônico, em Brasíla-DF. O evento foi realizado Escola de Administração Fazendaria – ESAF. O CONSEGI é um espaço para promover a troca de experiências e informações entre instituições da Administração Pública, sociedade civil organizada e representantes de países parceiros. Este ano, fui convidado para ministrar uma oficina da liguagem de programação Lua. Como cheguei no CONSEGI dois dias antes de dar o curso, participei de atividas que lá ocorriam, e não eram poucas. Após estes dias, finalmente chegou a hora de meu curso começar. Nunca tinha ministrado um curso, então além de um desafio técnico, era um desafio pessoal fazer com que as coisas correcem bem. Deu-se inicio ao curso, e logo no começo, consegui derrubar dois copos de água em cima da mesa e melar tudo. Bom, nervosismo faz essas coisas. Começei aprensentar a estrutura a liguagem, exemplos, aplicações, etc. Achei que os alunos não estavam entretidos, então começei a ficar mais nervoso ainda. Chegou a hora do coffe-break, então tempo pra relexar e pensar na próxima parte do curso. Durante esta parada, pensei:

“Acho que metade das pessoas não vão voltar… pena.”

Trinta minutos se passaram e uma surpresa! 75% dos alunos voltaram, muito mais do que eu esperava. Então começei a ser mais dinâmico e tentar fazê-los trabalharem mais. Funcionou, começaram a me perguntar e me chamar de “professor”. Daí em diante foi só “professor” pra cá, “professor” pra lá, e eu achava isso super engraçado. No final, lancei um desafio a eles, onde teriam que resolver um problema que eu propus usando Lua. Chegando no final, os que remanesceram estavam bem interessados, e isso me trouxe uma satisfação enorme.  Ao final, um dos alunos veio a mim e disse:

“Nesse CONSEGI eu saí apaixonado por Python, e agora por Lua também!”

Sem palavras para isso, sucesso total! Todo o material que escrevi para aprendizado de Lua está disponibilizado aqui. Espero que vocês usufruam deste material tanto quanto os alunos que o usaram no curso.

Preprando o Curso de Lua no meu "Tablet" improvisado

Grande Abraço!

Primeiro post…

Bom, esse é meu primeiro post em um blog meu, pois finalmente tomei vergonha na cara e fiz um para poder publicar as coisa que faço e sair do submundo do laboratório de desenvolvimento. Pretendo postar aqui minhas coisas de programação e talvez algo aleatório que eu ache engraçado. Também  de repente esse blog me gere alguma grana com os Ads da Google, mas isso é outra história…

Enfim, devo postar coisas sobre C, Lua, Android, etc, o que vier na telha e eu achar legal.  Espero que curtam as coisas que fizer e me dêem seus feedbacks, positivos ou negativos, o importante é saber e melhorar. Não sei se vou ter alguma regularidade em postar aqui, mas vou tentar manter o maior número de publicações razoáveis possível.

Abraços à todos!